Polêmica no Brasil, pênaltis marcados por contatos duvidosos e toques com a mão também geram debate na Alemanha

O que não faltou nos programas esportivos brasileiros nas últimas duas semanas foram debates acalorados por conta de pênaltis marcados por toques com a mão na bola de jogo, como os que originaram o gol do América-MG contra o Corinthians, pela Copa do Brasil, e do Bahia, contra o Botafogo, no último final de semana pelo Brasileirão. Na Alemanha, não é diferente, têm se falado bastante sobre os pênaltis marcados por toques com a mão e contatos considerados faltosos por uns, e não faltoso por outros.


Em sete rodadas, já foram assinalados 30 pênaltis, dos quais foram 7 por toques com a mão, e 28 foram convertidos. Desde a temporada 1985/86 não havia uma quantidade tão grande de gols de pênalti em sete rodadas na Bundesliga. Na ocasião, foram 25. O número de infrações por toques com a mão é o maior desde a temporada 2013/14, quando ainda não existia árbitro de vídeo e a decisão do árbitro de campo prevalecia sempre.


Diretor do Schalke 04, Jochen Schneider protestou contra o segundo pênalti marcado para o Mainz por lance considerado faltoso de Kabak em Mateta, no encontro das equipes pela sétima rodada: "Não sei o que está acontecendo em Colônia (ne: sede do árbitro de vídeo na Alemanha) no momento.  Muito honestamente, (ne: qualquer contato) é o suficiente agora."


O técnico do Freiburg, Christian Streich, também não gostou nada nada do lance que originou o segundo gol do RB Leipzig: "Sempre pensei que devia haver uma falta, hoje em dia chama-se contato". O defensor Christian Günter, também do Freiburg, "pistolou" quando viu o lance da penalidade: "Se eu ainda posso ver (o lance) dessa forma, é uma piada para mim. Ele (Höfler) nem mesmo encostou nele (Nkunku)".


Mats Hummels, zagueiro do Borussia Dortmund, também reclamou da quantidade de marcações que têm sido feitas, em sua conta no Twitter: "Um comentário de um jogador sobre isso: Muitas penalidades estão sendo concedidas. Tanto com toques de mão quanto com supostas faltas (palavra-chave 'contato')".



LEIA TAMBÉM: PLANEJAMENTO RUIM OU INEXISTENTE? WÜRZBURGER KICKERS DEMITE SEGUNDO TREINADOR APÓS SETE RODADAS DA SEGUNDONA ALEMÃ


Se algo será feito pela Federação Alemã de Futebol, não sabemos. Mas, a UEFA também não está feliz com a regra de toque com a mão e já fez um pedido à FIFA para que seja alterada. A expectativa de Aleksander Čeferin, presidente da UEFA, é que a regra possa ser revista e modificada na reunião da International Football Association Board (IFAB), marcada para o início de 2021.


SIGA O FUSSBALL BRASIL NO TWITTER E NO INSTAGRAM E FIQUE SEMPRE POR DENTRO DAS NOVIDADES DO FUTEBOL ALEMÃO MASCULINO E FEMININO


 Felix Zwayer (à esquerda) e Benjamin Brand revisam e confirmam penalidades para Freiburg e Mainz (Imago)

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.