A história do troféu do Campeonato Alemão

O troféu Viktoria, à esquerda, a Salva de Prata, à direita
Popularmente conhecida como Salva de Prata ou "Prato de Salada", a Meisterschale é o troféu concedido ao campeão alemão da primeira divisão ao final de cada temporada - o "mestre alemão" tem o direito de ficar com o original durante um ano.

A Salva de Prata foi fabricada em 1949 e substituiu o troféu Viktoria - doado pelo príncipe Wilhelm, da Prússia - que se perdeu durante a Segunda Guerra Mundial e só foi encontrado anos depois. O Nürnberg foi o primeiro campeão alemão do pós-guerra a não receber a taça, em 1948, já o último a receber foi o Dresdner SC, em 1944.

A primeira versão do troféu foi desenhada por Elisabeth Treskow na Escola de Arte e Artesanato de Colônia (Kölner Werkschulen) e consistia em 5,5 quilos de prata esterlina e contém cinco turmalinas grandes e onze pequenas (um total de 175 quilates). Atualmente, pesa cerca de 11 quilos.

Todos os campeões alemães desde 1903 - começando pelo VfB Leipzig - estão imortalizados no troféu. Em 1981, a Meisterschale tornou-se pequena demais para novas gravações, de modo que outro anel de prata foi feito e colocado junto à placa original com parafusos de prata. Em 2009, Adolf Kunesch remodelou o troféu com placas maiores, de modo que agora estão disponíveis três linhas para gravação em vez de duas. Existe, atualmente, espaço para imortalizar os nomes dos campeões até 2027. O troféu está avaliado em 50 mil euros, de acordo com a Liga Alemã de Futebol (DFL)

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.