Bundesliga monta os times de todos os tempos de Bayern de Munique e Borussia Dortmund


Com o polonês Robert Lewandowski nas duas equipes, e o brasileiro Dedê na lateral esquerda do Borussia, a Bundesliga montou os times de todos os tempos de Bayern de Munique e Borussia Dortmund. Dois grandes vencedores da liga alemã e com diversos craques ao longo da história, os times ficaram recheados de grandes jogadores.

Os bávaros já começam a escalação com uma defesa de fazer inveja a qualquer clube no mundo. Oliver Kahn no gol, Phillip Lahm na lateral direita e Paul Breitner na esquerda. A zaga é formada por duas lendas do futebol mundial, o Kaiser Franz Beckenbauer e Lothar Matthäus.

Melhor jogador da Copa do Mundo de 2002, Kahn conquistou seis vezes a Budesliga, uma Copa da Uefa e uma Champions League com o Bayern. Ficou conhecido com o Titã pelas atuações seguras em campo e personalidade forte fora dele.

Lahm foi campeão do Mundo no Brasil, em 2014. Descrito por Guardiola como o jogador mais inteligente que já treinou, ele é um símbolo do clube pela qualidade e lealdade em campo. Lenda do futebol, Beckenbauer foi o líder da geração que começou a dominância do clube no cenário nacional, além de ter conquistado a Copa do Mundo com a Alemanha.

O meio de campo deste time é composto por atletas que ainda estão no clube ou estiveram no sucesso recente da equipe: Arjen Robben, Bastian Schweinsteiger, Thomas Müller e Franck Ribery.

Enquanto Robben e Ribery estiveram juntos, era certeza que as jogadas pelas duas pontas do campo eram mortais. A dupla conquistou a Champions League e diversas vezes a Bundesliga. Enquanto o francês levantou a taça nove vezes, Robben esteve em oito títulos. Schweinsteiger durante os anos em Munique foi uma grande referência em campo, organizando o time e ditando o ritmo de jogo. Campeão mundial com a Alemanha, ele também conquistou tudo com o clube bávaro. Ainda ajudando o Bayern em campo, Müller foi essencial na Champions League deste ano, a segunda dele no clube, que tem oito conquistas nacionais.

No ataque, os gols são distribuídos de todas as formas. São dois grandes artilheiros, Robert Lewandowski e Gerd Müller. Atual artilheiro da Europa, o polonês marcou seu nome na história com muitos gols, boas atuações e muitos títulos. Com faro de gol refinado, ele conseguiu uma marca histórica ao marcar cinco gols em nove minutos, contra o Wolfsburg, na temporada 15/16. Já Müller foi um dos maiores atacantes da década de 70 e alguns de seus recordes se mantém até hoje. Com 40 gols na temporada 71/72, o recorde em uma só temporada ainda não foi batido. É dele também a marca de maior número de gols na história da Bundesliga, com 365 bolas na rede.

No banco de reservas, o escolhido para comandar o esquadrão foi Jupp Heynckes. Foi com ele que o clube conquistou a primeira tríplice coroa, com a Champions League, Bundesliga e Copa da Alemanha, na temporada 12/13.


O Borussia Dortmund também tem uma equipe estrelada e que conta com presença brasileira. Na defesa, liderada pelo goleiro Roman Weidenfeller, tem Lukasz Piszczek na leteral direita e o brasileiro Dedê na esquerda. A zaga é composta por Mats Hummels e Jürgen Kholer.

Weidenfeller é o segundo jogador com mais jogos pelo Dortmund, com 463 partidas e foi parte essencial da equipe que encantou o mundo e foi bicampeão da Bundesliga sob comando de Klopp. 

Piszczek é o segundo estrangeiro com mais partidas pelo time, atrás apenas do brasileiro Dedê. Os dois marcaram época no Borussia, assim como Kholer, conhecido como o sinal de parar humano. Com posicionamento perfeito e muita garra, ele defendeu como poucos a meta da equipe.

O meio vem com jogadores históricos como Andreas Moller, Michel Zorc e Matthias Summer, além do craque que ainda defende as cores do Borussia Dortmund, Marcus Reus.

Michel Zorc é o atleta com mais partidas pela equipe aurinegra. Nascido em Dortmund, ele chegou ao Dortmund com 16 anos e completou 572 jogos pela equipe, mais que qualquer outro na história. Summer, por sua vez, é o único jogador do clube a ter conquistado a Bola de Ouro enquanto atuava na equipe. Atualmente desfilando talento no Signal Iduna Park, Reus é o jogador mais identificado no atual elenco.

Para o ataque, Robert Lewandowski e Stephane Chapuisat fecham a escalação. Bicampeão alemão e com uma final de Champions League, onde marcou quatro gols em uma das partidas semifinais, contra o Real Madrid, o polonês foi um dos maiores que passaram. Já o suíço Chapuisat passou oito anos em Dortmund, sempre com faro de gol e muita dedicação. Foram 123 gols com a camisa amarela, tendo participado da primeira conquista da Bundesliga pelo clube.

No banco, uma referência atual entre os técnicos, Jurgen Klopp. O treinador é a personificação do clube, com ética de trabalho, paixão pelo esporte e que entendeu as necessidades do local onde estava, levando o Borussia a muitas glórias e ser um time temido na Europa

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.