José Gilson Rodriguez, o primeiro brasileiro a jogar a Bundesliga

Imago

José Gilson Rodriguez, mais conhecido como Zézé, tornou-se o primeiro jogador brasileiro (e, também, latino-americano) a vestir a camisa de um clube alemão em partidas de Bundesliga, na década de 60. O ex-atacante foi contratado pelo Köln, em 1964. A sua transferência custou aos cofres dos Bodes cerca de 150 mil marcos alemães, valor recorde para o clube à época.

Zézé nasceu em Varginha, Minas Gerais, em 18 de dezembro de 1942, entretanto, viveu boa parte de sua vida no Rio de Janeiro, mais precisamente falando, no município de Nova Iguaçu — se mudou para lá, com seus pais, aos cinco anos. Aos 17, começou sua carreira no futebol, pelo Madureira. Atuando no campeonato carioca de juvenis, chamou a atenção de uma equipe do futebol paulista, o Guaratinguetá, que o contratou ao completar 18 anos, em 1960.

4 anos mais tarde, o Madureira, que tinha planejado excursões para outros continentes, recontratou o jogador. O tour dos cariocas durou 5 meses. Zézé foi um dos principais destaques da equipe no período e chamou a atenção de alguns clubes europeus. No entanto, acabou sendo cedido por empréstimo ao São Paulo e, pouco tempo depois, foi negociado com o Köln.

Em agosto de 64, fez sua estreia, contra o Hertha Berlin, pela primeira rodada da Bundesliga 64/65. Não marcou gol — atuou os 90 minutos — e viu sua equipe ser derrotada por 3 a 2. Brasileiro que era, sofreu com a temperatura do país europeu e, claro, com o idioma, o que ocasionou em sua volta às terras tupiniquins. A saída do ex-atacante foi justificada com um laudo médico de alergia ao frio. Fato curioso, visto que é raro e, até ele simplesmente sumir, não havia diagnóstico ou algum indício de que era alérgico a temperaturas frias.

Antes de deixar a Alemanha para voltar ao Brasil e jogar pela Portuguesa-SP, disputou mais cinco partidas: 4 pela Bundesliga e 1 pela Copa dos Campeões. Marcou 1 gol, contra o Kaiserslautern, pela 25.ª rodada da Liga, esta que foi sua última aparição pelo Köln.

Além da Portuguesa, ainda passou por Santo André-SP, Rio Branco-PR, Athletico Paranaense, Bangu-RJ e Flamengo-MG, onde encerrou a carreira. Não existem registros de quantos jogos disputou, ao todo, e quantos gols marcou em sua carreira.

A história de Rodriguez na Alemanha é curta, mas é de extrema importância, afinal, abriu as portas para a migração dos latino-americanos e, especialmente, brasileiros ao futebol do país.

CURIOSIDADES

- Ainda em 1964, outro brasileiro embarcou para jogar na Alemanha, Raoul Tagliari, contratado pelo Meidericher SV, atual MSV Duisburg, junto ao Aimoré, do Rio Grande do Sul. Tagliari disputou dez jogos com a camisa das Zebras e marcou quatro gols;

- O Brasil é o segundo país que mais teve jogadores (165) atuando na Bundesliga, atrás apenas da própria Alemanha.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.