Håland tem as mesmas características de Lewandowski, declara Marco Reus

O capitão Marco Reus falou sobre a jovem contratação norueguesa e apontou impressões das características do atacante 

Reprodução: Erling Braut Håland/ Borussia Dortmund


O Borussia Dortmund abriu os cofres mais uma vez e se reforçou com um nome de peso na janela de inverno. Os dirigentes Michael Zorc e Hans-Joachim Watzke compraram o jovem Erling Braut Håland, de 19 anos, que estava atuando pelo RB Salzburg desde meados de o início do ano passado. A cúpula Aurinegra desembolsou cerca de 20 milhões de euros pelo atacante, aproximadamente R$ 89,1 milhões. Com desempenho acima da média no clube austríaco e nas seleções de base da Noruega - inclusive marcando nove gols na Seleção de Honduras no Mundial Sub-20 em 2019o jogador chamou atenção de grandes clubes da Europa, como o Manchester United. Agenciado pelo badalado empresário italiano, Mino Raiola, foi aconselhado a ir para o Dortmund e seguiu à Alemanha


Já se faz seis anos desde a saída de Robert Lewandowski do BVB, inclusive se tornando um grande carrasco do clube onde jogou por quatro anos e conquistou títulos. Desde então, muitos atacantes foram contratados pelo clube Aurinegro, mas nem todos deram certo, a exemplo de Adrián Ramos e, Ciro Immobile - que vem de ciclos espetaculares na SS Lazio, da itália. O gabônes Pierre Emerick Aubameyang, foi quem teve mais sucesso jogando na frente ofensiva do Dortmund, mas tinha atributos distintos do polonês camisa nova do FC Bayern München, como a velocidade, fator determinante para os gols marcados pelo ex-camisa 19.

Pierre-Emerick Aubameyang e Robert Lewandowski 

No entanto, para o capitão do Borussia Dortmund, Marco Reus, o novo jogador que vestirá a camisa 17 é quem mais se aproxima das particularidades físicas e de jogo de seu ex-companheiro de equipe, Lewandowski. Em entrevista à Sky Sports Germany, o camisa 11 disse: "Acho que não temos esse tipo de atacante desde Robert Lewandowski. Håland nos dá a opção de ser mais flexível e jogar em diferentes sistemas e estilos", relatou. O jogador de 30 anos ainda aproveitou para falar sobre a personalidade do jovem de 19: "Ele é um cara muito aberto. Antes de tudo, é importante conhecê-lo. Ele nos dá uma outra maneira de seguirmos juntos e temos que ser capazes de trabalhar com ele também e destacar todos os seus pontos fortes. Mas isso tudo vai acontecer a tempo de voltarmos (Para a Bundesliga)", apontou.


Marco Reus (Foto/Reprodução: Borussia Dortmund)

Atuando pelo RB Salzburg em 2019, Håland marcou 28 gols em 22 partidas, além de sete assistências. O que atraí ainda mais as atenções, é o fato de oito gols terem sido feitos no Grupo E das UEFA Champions League, inclusive tendo marcado pelo menos um gol contra todas as equipes do grupo: Genk, Liverpool e SSC Napoli. Questionado no cargo, o técnico Lucien Favre tem a missão de extrair o melhor do norueguês e fazer o Dortmund brigar pelo título. O clube se encontra na quarta posição com 30 pontos, sete a menos que o líder RB Leipzig, cinco a menos que o terceiro Borussia Mönchengladbach e menos três de distancia do terceiro FC Bayern. Para Reus, o problema do time não é por falta de qualidade: "Se você olhar para a nossa equipe, o que mais você poderia pedir em termos de qualidade? Mas temos que mostrá-la em campo, para que nossa equipe nos leve a qualquer lugar. Um bom atacante e novas opções para isso, portanto, estamos em um bom acredito."
Por fim, o camisa 11 falou o que acha da corrida pelo título: "[Ganhar o título] é tão realista quanto no início da temporada. Eu não diria que está em nossas próprias mãos, mas estamos definitivamente no lugar certo para lutar. Não se esqueça do Dortmund na corrida pelo título", concluiu. 


Foto/Reprodução: Borussia Dortmund
Na atual temporada da Bundesliga, Marco tem nove gols e quatro assistências. Apesar dos bons números, não atravessa uma fase tão espetacular como a vivida em 2018/19, quando o clube Aurinegro acabou por perder muitos jogos e "entregar" o título. A equipe melhorou ao jogar num 3-4-3, com Zagadou, Akanji e Hummels na zaga, Brandt e Weigl - que saiu para o Benfica - no meio, - posição que deve ser preenchida pelo titular Axel Witsel. Paco Alcácer não tem sido o mesmo da temporada anterior e há boatos de que estaria infeliz em Dortmund. Götze é outro que pode deixar o time em fim de contrato, mas a diretoria está em tratativas com o meia-atacante. O fato é que ainda é pouco para um time que investiu tanto. Portanto, o Dortmund precisa mostrar melhora no segundo turno e provar a si próprio que é capaz de se tornar Deutscher Meister, campeão alemão.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.