Numa batalha de sonhos, qual time poderá torná-lo realidade?

Ficando atrás do placar duas vezes, Union Berlin consegue o empate e segue na luta pelo acesso para a elite do futebol alemão.

Friedrich marcou o segundo gol da equipe visitante. (Foto: Divulgação/Sportbuzzer)


Desde que os playoffs de rebaixamento/promoção foram implementados em 2008/09, em apenas duas oportunidades o time da segunda divisão triunfou sobre o time da primeira divisão. A última vez que tal feito aconteceu foi em 2012, quando o time do Fortuna Düsseldorf superou o Hertha Berlin no agregado por 4-3.

O caminho até aqui

Se subir e conseguir a classificação para o mata-mata da última liga europa foi uma façanha e tanto para o time do Stuttgart, a atual temporada foi um completo desastre. Tendo a terceira pior defesa e o terceiro pior ataque da Bundesliga, o time colocou-se nessa situação e agora tenta contar com o retrospecto para fazer a manutenção na elite da Alemanha.

Do outro lado, uma situação totalmente diferente. Com a melhor defesa da segunda divisão alemã, o time do Union Berlin só não classificou-se de forma direta pelo saldo de gols, o time de Berlin terminou com 21 gols e o SC Paderborn 07 que conseguiu a classificação direta, terminou com saldo de 26 gols.

O time do Stuttgart contou com a força da sua torcida para não tentar repetir alguns fiascos recentes, como o primeiro rebaixamento em 2015/16, um 6-0 dolorido contra o time do Augsburg na vigésima nona rodada e a falta de futebol do que foi praticado no ano passado. Já o time do Union Berlin tenta sua classificação inédita a elite do futebol alemão, o clube conquistou um título de importância até hoje que foi o de campeão da copa da Alemanha Oriental lá em 1968.

Mario Gómez continua decisivo e marcou mais uma vez em jogos de playoffs de rebaixamento (Foto:Divulgação/Bundesliga-EN)

O jogo

Abdicando da bola e apostando no contra-ataque. Essa foi a forma que o time do leste da capital alemã arranjou para tentar bater de frente com o Stuttgart e, digamos que, funcionou. Saindo na frente com Christian Gentner que marcou o seu primeiro gol com a camisa do Stuttgart na temporada, o time da casa nem teve tempo de comemorar quando Suleiman Abdullahi empatou para o time visitante. Mario Gómez, fez valer o seu fator decisivo, quando colocou o time dos Suábios na frente novamente na segunda etapa. Marvin Friedrich, o jovem zagueiro alemão empataria o jogo 17 minutos depois. E desse momento até o final do jogo Ron-Robert Zieler teve um trabalho e tanto. Foram pelo menos duas defesas cruciais para impedir a virada dos visitantes. O jogo terminou empatado e a decisão da vaga ficará para a próxima semana na capital alemã. 

Os próximos 90 minutos e um sonho

Quando a bola rolar na próxima segunda-feira (27), ambos os times entrarão em campo com um sonho que poderá ou não se tornar realidade, um deles busca um feito inédito que poderá até ser maior que o ápice de sua história lá em 1968, o outro a busca pela tentativa de não repetir mais um fiasco na história recente de um time que já foi cinco vezes campeão alemão.

O resultado final? Ainda não sabemos. Quem comemorará no final das contas? Ainda não temos essa resposta. A única coisa que posso afirmar é que os próximos 90 minutos vão escrever um capítulo e tanto na história do campeonato alemão.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.