Entrevista exclusiva com Lucas Falcão Cini, ítalo-brasileiro destaque do Viktoria Berlin

Atacante vem marcando gols importantes no terceiro escalão alemão e tem o carinho dos torcedores do Viktoria Berlin

Lucas Bradley Falcão Cini (Foto: Matthias Kern/Getty Images)

Nascido em outubro de 1999, em Cuiabá, no Mato Grosso, Lucas Bradley Falcão Cini é o nome da vez aqui no Fussball Brasil e contou um pouco da sua trajetória até aqui. O ítalo-brasileiro está disputando a 3. Liga, vestindo a camisa do FC Viktoria 1889 Berlin, clube que nasceu da fusão entre BFC Viktoria 1889 - duas vezes campeão alemão: 1907/08 e 1910/11 - e do Lichterfelder FC em 1 de julho de 2013. Na atual temporada, o camisa 11 de 1,75cm tem se destacado no ataque do time, marcando gols e mostrando potencial no clube do bairro de Steglitz-Zehlendorf, em Berlim.

 Antes da entrevista, conheça um pouco da trajetória de Lucas

Lucas Falcão, assim como a maioria das crianças que cresceram no Brasil, deu seus primeiros toques na bola jogando Futsal, na escola e em times da região que nasceu. Certa vez, seu time foi campeão de um torneio eo ainda garoto Lucas, deu entrevista para Rede Globo, ganhando até um boneco do "João Sorrisão" - esse que fazia parte de um quadro do Globo Esporte

Em constantes viagens com o pai, Rinaldo Falcão Cini, para os Estados Unidos, Lucas começou a se familiarizar com o país e, aos 12 anos, por motivos familiares, imigrou de vez para a terra do Tio Sam. Residindo em Boca Raton, cidade na Flórida, deu os primeiros passos futebolísticos na América do Norte, jogando pelo Boca United, passando por dois campeonatos de academia e sendo observado pelo Portland Timbers, que o chamou para fazer testes pelo clube epor fimfecharam contrato para o atleta ingressar no Sub-17 e, posteriormente, no Sub-19.

Lucas Falcão em ação pelo Time 2 do Portland Timbers (Foto/Reprodução: Instagram: @lucasfalcaocini)

No Portland Timbers, Lucas jogou pelo Time 2, por lá não teve oportunidades no time principal, mas se desenvolveu e chegou a trocar experiências com jogadores como o argentino Diego Valeri, campeão da MLS Cup, em 2015, pelos The Timbers. Ficou na equipe norte-americana de 2017 até 2019, quando decidiu tomar outro rumo na carreira.

Depois de garantir o passaporte italiano, Lucas decidiu seguir rumo à Europa, onde passou brevemente pelo CD Estepona FS, da região de Málaga, Espanha. O destino do atacante seria mesmo a Alemanha, aterrissando em Berlim em julho de 2019 e sendo peça importante na Regionalliga Nordost - equivalente a quarta divisão - e ajudando o 1. FC Viktoria Berlin a chegar na 3. Liga. 

Atualmente, Lucas Falcão já vestiu a camisa do Viktoria Berlin oficialmente em 56 ocasiões, marcando um total de 17 gols e contribuindo com seis assistências. Na atual temporada, são 15 jogos na Dritte Liga e cinco gols, além de um jogo e um gol na Berliner-Pokal.


Confira abaixo a entrevista


1 - Jonathan Gonçalves: Como foi sua mudança do Brasil para os Estados Unidos? Sua adaptação?


Lucas Falcão Cini: "Foi um pouco difícil: a língua, saudade dos amigos, de fato a mudança de país. Até que eu já tinha ido bastante vezes para os Estados Unidos, mas foi difícil no começo."


2 - Jonathan Gonçalves: Alphonso Davies (FC Bayern) é um jogador que também passou pela US Soccer League, como foi enfrentar o Davies?"


Lucas Falcão Cini: "Joguei duas ou três vezes contra ele, quando ele estava no Vancouver Whitecaps, ele jogava na ponta-esquerda, atacando mais, agora ele está de lateral, né!?!? Mas, sim, ele sempre foi muito rápido."


3 - Jonathan Gonçalves: O Portland Timbers é um clube famoso nos EUA, você considera um bom lugar para revelação de jovens?


Lucas Falcão Cini: "Sim, o Portland é um 'timão', eles foram campeões da MLS Cup em 2015. Apesar de eu não ter tido tantas chances no primeiro e no segundo time, sempre serei muito grato pela minha passagem por lá."


4 - Jonathan Gonçalves: Você teve uma passagem pelo CD Estepona, na Espanha, como foi?


Lucas Falcão Cini: "Sim, foi uma passagem rápida. Estava treinando bastante na Espanha, ingressei no Estepona, fiz uns gols e foi boa a passagem."


5 - Jonathan Gonçalves: Como foi chegar na Alemanha? na capital Berlim?

Lucas Falcão (Foto: Matthias Kern/Getty Images)

Lucas Falcão Cini: "A chegada na Alemanha foi um pouco mais difícil, não pelo frio, porque isso eu já tinha passado em Portland, mas sim pela língua. Até hoje eu estou aprendendo, mas me receberam bem aqui." 


6 - Jonathan Gonçalves: Em Berlim há muitos clubes tradicionais, qual você considera o rival do Viktoria Berlin?


Lucas Falcão Cini: "Tem vários clubes aqui em Berlim, nós jogamos a Berliner-Pokal ano passado, chegamos até a final, uma copa muito boa que infelizmente não conseguimos ganhar. O time que mais rivalizamos no ano passado foi VSG Altglienicke, chegamos até a final e perdemos para eles, eles são bons."


7 - Jonathan Gonçalves: Você se sentiu privilegiado por ser do 'país do futebol'?


Lucas Falcão Cini: "No começo, não. Eu tive que trabalhar duro pra conseguir meu espaço. No primeiro ano eu não joguei muito, pra mim era um novo campeonato, que exigia muito do físico."


8 - Jonathan Gonçalves: O futebol alemão realmente exige muito do físico, comparando a 3. Liga com a Major Soccer League, o que você acha? Mesmo não tendo jogado a MLS.


Lucas Falcão Cini: "Eu acho que na 3. Liga tem mais técnica, na MLS exige do físico, mas aqui exige isso também."


9 - Jonathan Gonçalves: Quais são os dois melhores jogadores do Viktoria Berlin tecnicamente pra você?


Lucas Falcão Cini: "Atualmente, minha dupla de ataque: Enes Küc e, outro é o Tolcay Cigerci."


10 - Jonathan Gonçalves: Há muitos clubes tradições no terceiro escalão, qual foi o clube mais difícil que você enfrentou na 3. Liga?


Lucas Falcão Cini: "O jogo mais difícil foi contra o Magdeburg, um 'timaço', muito bom."


11 - Jonathan Gonçalves:  Qual torcida mais fez barulho em um jogo?


Lucas Falcão Cini: "A torcida mais alta foi a do Magdeburg, também. Quando você entra em campo não presta muita atenção porque está focado no jogo, mas eles foram os que mais fizeram barulho."


12 - Jonathan Gonçalves: Qual foi o estádio mais bonito que você jogou na Alemanha?


Lucas Falcão Cini: "O estádio mais bonito que eu já joguei foi o do RB Leipzig. Nós tivemos um jogo lá e eu pude jogar durante o primeiro tempo. Um estádio gigante, muito lindo."


13 - Jonathan Gonçalves: Como foi enfrentar o Borussia Dortmund II e decidir o jogo? tendo em vista que muitos jogadores que jogam no time principal também integram o Time 2.

Lucas marcando o gol diante do BVB II (Foto/Reprodução: @lucasfalcaocini)

Lucas Falcão Cini: "Fui feliz de entrar e fazer o gol da vitória contra o Borussia Dortmund, um grande time, um dos maiores pra mim." 


14 - Jonathan Gonçalves: Como é o treinador Benedetto Muzzicato?

Lucas Falcão Cini: "O 'Muzzi' é muito bom treinador, desde o começo. Ele trabalha muito bem na parte ofensiva e gosta de ver o time jogando futebol, trabalhando passes, até por ser italiano."

15 - Jonathan Gonçalves: Você possui passaporte italiano, né? Há algum clube que admire lá? Jogaria pela Azzurra?

Lucas Falcão Cini: "Sim, tenho dupla nacionalidade. Admiro a Juve, Napoli, Lazio, são clubes muito bons. Sim, se eles me chamassem aceitaria essa oportunidade de braços abertos. É uma seleção muito grande, eu jogaria por eles."

16 - Jonathan Gonçalves: Você tem cinco gols na 3. Liga e o artilheiro Eberwein (Hallescher FC) tem 10, acha que dá pra brigar pela artilharia? 

Lucas Falcão Cini: "Sim, ainda há muitos jogos. Tenho chances, vou brigar pela artilharia, quero estar lá em cima."

17 - Jonathan Gonçalves: Qual posição te deixa mais confortável? 

Lucas e o treinador, Benedetto Muzzicatto (Foto: Matthias Kern/Getty Images) 

Lucas Falcão Cini: "Sempre gostei de jogar de número "9", avançado, mas eu também gosto muito de jogar de Falso-9, é uma posição muita boa que você recebe bem mais a bola."

18 - Jonathan Gonçalves: Você jogou Futsal, quais atributos você acha que adquiriu com a formação na modalidade?

Lucas Falcão Cini: "Me ajudou muito na técnica, a fazer gols com pouco espaço, se você ver os gols que fiz por aqui eu tive muito pouco espaço pra finalizar."

19 - Jonathan Gonçalves: Quem é seu ídolo no futebol alemão? 

Lucas Falcão Cini: "Robert Lewandowski. Pra mim é um dos melhores atacantes do mundo, ele faz muitos gols e a minha paixão é fazer gol."

20 - Jonathan Gonçalves: O que você acha do Erling Haaland?

Lucas Falcão Cini: "Ele é um monstro, faz muitos gols, muito alto, rápido. Pra mim, ele também é um dos melhores atacantes do mundo atualmente."

21 - Jonathan Gonçalves: Quem você acha que ganha a Bundesliga 2021/22?

Lucas Falcão Cini: "Eu acho que ano vai ser bem disputado pelo FC Bayern e pelo Borussia Dortmund, mas acho que no fim o FC Bayern vai ser o campeão."

22 - Jonathan Gonçalves: Você não jogou por nenhuma equipe no Brasil ainda, gostaria de jogar por algum clube daqui?

Lucas Falcão Cini: "Sim, eu gostaria. Desde criança eu sempre fui fanático pelo Santos, fui até para o Japão ver o Mundial de Clubes, contra o Barcelona. O Santos é um clube muito grande."

23 - Jonathan Gonçalves: Deixe uma mensagem para os torcedores do Viktoria Berlin aqui no Brasil

Lucas Falcão Cini: "Agradeço aos torcedores do Viktoria Berlin que estão no Brasil, na Alemanha, agradeço pelo apoio e pela energia positiva que estão sempre mandando, um abraço!"

Essa foi a entrevista com Lucas Bradley Falcão Cini, camisa 11 do FC Viktoria 1899 Berlin! Agradecemos o pai do jogador, Rinaldo, que desde o primeiro momento nos tratou com carinho e cordialidade, facilitando a realização desta entrevista. Desejamos muitos sucesso e paz para o Lucas e toda família.


Postar um comentário

1 Comentários

  1. OKBET is one of the most trusted online betting site in the Philippines!!! Want to know more about site? visit here --->> American Football(NFL) Betting Guide

    ResponderExcluir
Emoji
(y)
:)
:(
hihi
:-)
:D
=D
:-d
;(
;-(
@-)
:P
:o
:>)
(o)
:p
(p)
:-s
(m)
8-)
:-t
:-b
b-(
:-#
=p~
x-)
(k)