Mateo Klimowicz: o prodígio argentino do Stuttgart

Filho do ex-atacante Diego Klimowicz, jogador com passagens por Wolfsburg, Borussia Dortmund e Bochum, Mateo Klimowicz é um dos destaques da boa campanha do Stuttgart no início desta temporada. Não à-toa, foi eleito o Novato do Mês de outubro da Bundesliga, superando as concorrências do francês Maxence Lacroix, do Wolfsburg, e do japonês Ritsu Doan, do Arminia Bielefeld.


Nascido em 6 de julho de 2000 em Córdoba, Argentina, Mateo mudou-se para a Alemanha em 2002, quando seu pai assinou contrato com o Wolfsburg, onde jogou por 5 anos. Enquanto Diego jogava no Borussia Dortmund, Mateo começou a dar seus primeiros passos no futebol, atuando na academia de jovens do clube, mas foi em 2010, quando o pai decidiu voltar à Argentina para encerrar a carreira atuando pelo Instituto Córdoba, que Mateo começou a trilhar, realmente, uma carreira futebolística. 


O meia ingressou nas categorias de base do time de sua cidade natal um ano mais tarde. Em 2017, aos 16 anos, fez a sua estreia profissional pela segunda divisão argentina. Rebaixado à 2. Bundesliga e em busca de renovação, o Stuttgart anunciou a contratação do argentino em maio de 2019 pagando cerca de 1 milhão e 500 mil euros ao Córdoba.


Mateo "estreou" pelos Suábios em agosto, na segunda rodada da segundona contra o Heidenheim. Na ocasião, ainda sob o comando de Tim Walter, o meia atuou 1 minuto. Durante toda a campanha do VfB na segunda divisão, esteve presente em campo em, apenas, 7 jogos que, somados, não dão 2 completos, enquanto se destacava pela equipe b, onde participou de 9 partidas pela Oberliga de Baden-Würrtemberg (quinta divisão) e colaborou com 9 gols, além de 3 assistências. 


Klimowicz em ação pelo Stuttgart (DFL)

Com a ascensão do Stuttgart à Bundesliga, Klimowicz tornou-se parte importante do grupo. Contra o Mainz, na segunda rodada, saiu do banco para marcar seu primeiro gol com a camisa alvirrubra. Até agora, atuou em 6 dos 7 jogos, sendo 3 como titular.


Versátil, Mateo se destaca, principalmente, pela velocidade e sua capacidade técnica, tanto para criar quanto para driblar. Há, claro, atributos em que o jovem precisa melhor, como o seu físico e a contribuição defensiva. Assim como o compatriota Nicolas González, Mateo não é muito efetivo defendendo - o que é normal, visto que não é a sua função.


Fato é que o Stuttgart tem uma joia em mãos e, se bem lapidada (como vem sendo), entregará muito aos Suábios. Conquistando seu espaço aos poucos, não deve demorar muito até que Mateo ganhe um lugar definitivo entre os onze titulares. 


SIGA O FUSSBALL BRASIL NO TWITTER E NO INSTAGRAM E FIQUE SEMPRE POR DENTRO DAS NOVIDADES DO FUTEBOL ALEMÃO MASCULINO E FEMININO

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.