Voo sem sustos em Berlin - Hertha Berlin 1 x 3 Eintracht Frankfurt

Com excelente trabalho defensivo e bola parada decisiva, Eintracht Frankfurt bate Hertha Berlin na capital. 


Foto de ODD Andersen/Getty Images


As águias a fim de esquecer o péssimo empate contra o recém-promovido Arminia Bielefeld, resolveram o jogo rápido no 1º tempo, em seis minutos, dois gols que levaram a vitória para os comandados de Adi Hütter.
 

O inicio de jogo desenhou muito bem, o rumo da partida de abertura da rodada, um Frankfurt bem postado em sua defesa e realizando boa marcação em bloco alto, manter o Hertha sufocado e sem saída era a principal intenção de Hütter nos primeiros minutos, fez bem, recuperou muitas bolas e soube explorar a profundidade dada por Almany Touré, tantas vezes criticado atuando como lateral na última temporada. Apesar do volume, apenas Ilsanker finalizou com perigo nos primeiros 15 minutos.

 

Perdido, Hertha tentou sustentar mais seus laterais e volantes para ajudar na saída de bola, no entanto, poucas jogadas foram criadas, salvo em lances de individualidades de Mittelstadt, que levou perigo aos 11' com uma finalização de longe.


Superado metade do 1º tempo, o jogo entrou em um ritmo mais lento e com muitas faltas. Todavia, numa recuperação rápida, André Silva é derrubado dentro da área e sofre pênalti, que ele mesmo cobra e abre o placar em Berlin. O Hertha não teve muito tempo para digerir o 1:0, pois, aos 36, novamente pela direita, em falta cobrada por Daichi Kamada, Dost vai no terceiro andar e amplia a vantagem para o Frankfurt. 

Após a volta do intervalo, Labbadia promove tres substituições de uma vez, saem: Piatek, Darida e Pekarik, para as entradas de: Zeefuik, Arne Maier, Jhon Córdoba. Que inicialmente surtiram efeito, o Hertha conquistou mais terreno e passou a ter um volume produtivo em campo, com bom trabalho associativo pelos lados, com Cunha e Mittelstadt, pela esquerda e Lukebakio e Zeefuik, pela direita. Sempre apostando nas individualidades nos duelos de 1x1.

 

Apesar disso, as bolas paradas e as finalizações de fora da área, continuaram protagonizando maior perigo de gol, como no minuto 58' com cabeçada de Lukebakio e Hinteregger aos 70' minutos. Até o minuto 70', o jogo parecia ter mudado de mãos, mesmo com os 2:0. Contudo, em jogada rápida, de Daichi Kamada, Sebastian Rode acerta um lindo chute de fora da área e sacramenta a vitória do Eintracht.


De fato, o 3:0 para o Frankfurt baqueou o BSC e levou o jogo com minutos de retorno do controle da partida para visitantes. Porque, no minuto 77' em jogada individual de Jordan Torunarigha, Hinteregger corta mal e diminui para o Hertha.


Na tentativa do abafa, o Hertha buscou pressionar, mas foi superado pelo ótimo desempenho da última linha defensiva do SGE. Resultado ruim, para a Alte Dame que após vitória empolgante diante do Werder Bremen, perde em casa para o Eintracht Frankfurt, assim como foi na última temporada. No lado do Hesse, a vitória consistente apaga a frustração, após um empate em casa contra o Arminia, mas também traz uma preocupação com a situação de lesão de Filip Kostić, após uma dividida no primeiro tempo. 




Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.