Reus está perto de uma aposentadoria iminente?

Fonte: Wundrig

Nos últimos dias, com a nova notícia de que Marco Reus ainda estaria sentindo dores, devido a uma tendinite descoberta no dia 30/07/2020, tem se reforçado o discurso de muitas pessoas que perguntam se o jogador deveria se aposentar. Um fato é que, quando está em campo, Reus é um fator que muda algumas partidas devido ao seu nível técnico elevado, porém de nada serve isso quando o jogador nem mesmo consegue entrar em campo.

A última partida em que ele atuou nessa temporada foi na derrota por 3 a 2 contra o Werder Bremen, no dia 04/02/2020, pela DFB Pokal. De lá para cá, Reus já perdeu os últimos 14 jogos do campeonato alemão, os dois jogos da Champions League contra o PSG, onde o time foi eliminado, e ainda corre o risco de não jogar os primeiros jogos da próxima temporada.

Reus saindo lesionado de campo após uma partida / Fonte: AFP 

Nos últimos anos, o meia do Borussia Dortmund vem colecionando inúmeras lesões que o impedem de jogar e, com certeza, tiram seu ritmo e sua saúde mental. Tornou-se recorrente ver o jogador fora de jogos eliminatórios e de retas finais da Bundesliga e todos os treinadores que passaram pelo clube, desde 2012, acabaram tendo que se reinventar em algum momento para suprir a falta de uma peça do elenco tão importante quanto ele. Inclusive houve casos bem marcantes, como quando ele ficou de fora da Copa do Mundo de 2014, quando a Alemanha foi a campeã sem ele.

Todos esse fatos levariam ao caminho mais lógico para o atleta, que seria aposentar-se como um ídolo do clube, cuidar um pouco da sua saúde e aproveitar a família um pouco mais. Porém existem alguns contrapontos que o levariam a não se aposentar. Um deles é o fato de que Marco Reus teve pouquíssimas chances de provar o seu valor pela Die Mannschaft, o que pode mudar com a Copa de 2022 que está por vir, o jogador acabou participando somente de uma grande competição pela seleção: a Copa do Mundo de 2018, na qual o país não teve o desempenho esperado, mas, mesmo assim, o jogador se mostrou em alto nível.

Reus com o prêmio de melhor jogador da partida contra a Suécia / Fonte: Pinterest 

Outro fator que pode fazer com que o meia busque continuar jogando é o fato de que ele, ainda, não alcançou um dos seus grandes objetivos, que é vencer um campeonato alemão pelo time do seu coração, o Borussia Dortmund, onde passou a última década batendo na trave, algumas vezes, e isso pode servir de combustível para que continue em atividade por mais alguns anos, sem contar que apesar das inúmeras lesões, Marco Reus sempre volta jogando em alto nível e, dificilmente, faz partidas ruins, mesmo sem ritmo. 

Uma coisa é certa, quando saudável, Reus é um dos melhores jogadores alemães na atualidade e tem capacidade de mudar o resultado de qualquer partida. Se ele seguirá atuando, só o tempo nos dirá, mas com certeza, caso decida se aposentar, todos nós conseguiremos entender os seus motivos e sentiremos muita falta de ver o capitão aurinegro atuando, tanto pelo Borussia Dortmund, quanto pela seleção alemã.

Um comentário:

Tecnologia do Blogger.