Lewandowski, Haaland, Sancho, Timo Werner... Quem será o melhor jogador da Bundesliga 2019/2020?


A Bundesliga entra na rodada final. Diversos jogadores tiveram destaque desde o começo da competição e estão na briga para ser o melhor do campeonato. O artilheiro Lewandowski, as promessas como Jadon Sancho, Kai Havertz e Timo Werner, além da sensação Haaland. Todos venceram o prêmio de melhor do mês ao longo do torneio. Confira aqui os melhores jogadores de cada mês e veja quem está na disputa.


Confira os candidatos:

1) Robert Lewandowski (Bayern de Munique)

Robert Lewandowski começou a temporada de forma perfeita e foi, merecidamente, eleito o Jogador do Mês em agosto. O atacante do Bayern continuou atuando em grande forma e foi novamente o artilheiro da Bundesliga. Aos 31 anos, ele buscou um recorde após o outro nesta temporada, tornando-se o primeiro jogador na história da Bundesliga a marcar em onze partidas consecutivas no início da campanha. Foram 16 gols nos primeiros onze jogos.

Após marcar contra o Fortuna Düsseldorf na 29ª rodada, o polonês completou a coleção e já marcou contra todos os clubes atuais da primeira divisão. Posicionamento, força e instinto de gol fazem de Lewandowski um atacante completo. Nesta temporada, ele foi vital para o Bayern. Nos jogos mais difíceis, Lewandowski sempre marcou no momento certo e ajudou a equipe de Munique para disparar na busca pelos recordes.

2) Amine Harit (Schalke 04)

O FC Schalke 04 começou com tudo a temporada na Bundesliga e Amine Harit teve um papel fundamental no sucesso do time azul, sendo eleito o Jogador do Mês em setembro. Depois de ficar sem marcar no primeiro mês da temporada, ele balançou as redes em todas as partidas que disputou em setembro. O destaque foi o jogo em casa contra o Mainz, quando Harit marcou dois gols, sendo o último, um golaço.

O técnico do Schalke, David Wagner, teve um papel fundamental no desenvolvimento do jogador de 22 anos. Ele contou com Harit e fez o atacante ser um dos melhores da equipe. Graças a sua aceleração rápida e dribles ágeis, Harit ganhou destaque e retribuiu a confiança que lhe foi dada.

3) Serge Gnabry (Bayern de Munique)

Serge Gnabry cresceu muito no Bayern durante esta temporada. O jogador de 24 anos brilhou no ataque e contribuiu com um número considerável de gols e assistências. O alemão teve seu auge em outubro quando foi eleito o Jogador do Mês. No empate por 2 a 2 em Augsburg, o ala deu uma assistência e marcou um gol.

Só em outubro, Gnabry esteve envolvido em 24 tentativas de gol, chutando 14 vezes e participando de mais 10 jogadas. E as boas atuações continuaram ao longo da temporada. Ele alcançou dígitos duplos para gols e assistências, produziu momentos brilhantes em muitos jogos e muitas vezes foi decisivo.

4) Timo Werner (RB Leipzig)

Jogador do Mês em novembro e dezembro, Timo Werner estava impossível de ser parado nesta temporada. O atacante do RB Leipzig perseguiu o artilheiro da liga, Lewandowski, e teve 12 gols e seis assistências nos últimos dois meses antes das férias de inverno. Além de marcar sete gols em novembro, Werner também quebrou um recorde da liga. Contra o Colônia, no dia 12 de maio e com apenas 23 anos, ele se tornou o jogador mais jovem da história a completar 200 jogos na Bundesliga.

Em dezembro, Werner somou mais cinco gols e uma assistência em apenas quatro partidas. O Leipzig venceu três jogos nesse período, e também empatou por 3 a 3 em Dortmund com dois gols de Werner. Em grande parte graças ao atacante alemão, o Leipzig foi campeão de outono na Bundesliga. Um destaque da temporada para Werner veio no hat-trick contra Mainz pelo returno, clube que também sofreu três gols de Werner na primeira partida entre as equipes no ano. Nenhum jogador teve tal desempenho contra o mesmo time duas vezes na mesma temporada desde a lenda do Bayer Leverkusen, Ulf Kirsten, há mais de 20 anos.

5) Erling Haaland (Borussia Dortmund)

A trajetória de Erling Haaland quando chegou na Bundesliga foi um estrondo. Toda a expectativa que cercava o astro norueguês quando ele se mudou para Dortmund foi justificada. O jogador de 19 anos em pouco tempo mostrou a que veio. Em sua estreia na Bundesliga, Haaland marcou três vezes, vindo do banco, na vitória por 5 a 3 no FC Augsburg. Uma semana depois, durante sua estreia em casa, a contratação de inverno do Dortmund marcou duas vezes, também vindo do banco.

Não foi surpresa que Haaland ganhou o prêmio de Jogador do Mês em janeiro. Em 56 minutos, cinco gols. Esse foi o impressionante primeiro mês de Haaland com o uniforme preto e amarelo. Nenhum jogador havia marcado cinco gols mais rápido na história da Bundesliga. Desde então, ele segue encantando o mundo.

6) Jadon Sancho (Borussia Dortmund)

Jadon Sancho também se destacou na Bundesliga nesta temporada. O astro inglês do Borussia Dortmund conquistou o prêmio de Jogador do Mês em fevereiro. Com muitos gols, assistências e diversas chances criadas, ele foi o destaque absoluto do campeonato em fevereiro. As performances de Sancho no mês, contudo, só contam parte da história da temporada sensacional do jovem de 20 anos.

Com seus dribles precisos, Sancho fez alguns marcadores experientes parecerem mais velhos. Capaz de criar chances para seus companheiros e criar também muito perigoso no jogo individual, ele vem ficando cada vez melhor durante seu tempo em Dortmund. Tendo atingido dígitos duplos para gols e assistências pelo segundo ano consecutivo, Sancho é, sem dúvida, um dos melhores jogadores na Bundesliga.

7) Kai Havertz (Bayer 04 Leverkusen)

Ele é habilidoso, rápido, perigoso na frente do gol e assume a responsabilidade quando o jogo aperta – tudo isso tendo feito apenas 21 anos em junho. Kai Havertz está a caminho de se tornar uma estrela mundial. O atacante do Bayer Leverkusen foi eleito o Jogador do Mês de maio com sobras. Calmo com a bola nos pés, técnica apurada e instinto de goleador, o alemão é a principal arma do Leverkusen. Ele é um verdadeiro coringa também, consegue jogar com dois pés e se destaca no jogo aéreo.

Com essas características, Havertz mostrou na segunda metade da temporada que ele pode jogar como atacante. Com todas as suas qualidades no futebol, Havertz também tem boa força mental. Ele é o batedor de pênaltis do Leverkusen desde o início de 2019 – o mais jovem da história do clube. Havertz mais uma vez escreveu seu nome entre os grandes em maio. Seu gol contra o Freiburg foi o 35º gol da Bundesliga em sua carreira – um marco que nenhum jogador com menos de 21 anos havia alcançado antes.

Matéria cedida pela Bundesliga International 

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.