Opinião: Kevin Volland merece mais uma chance na Die Mannschaft

Uma chance para Kevin Volland na seleção alemã, é tudo que eu peço

Kevin Volland (Foto: TF-Images/Getty Images)

Kevin Volland é um atacante alemão de 26 anos que atualmente atua no Bayer Leverkusen, da Alemanha. Há alguns anos que já vem fazendo bons jogos com a camisa da equipe Werkself's, e hoje é um dos principais jogadores da equipe de Peter Bosz.

Antes de chegar em Leverkusen, Volland teve boa passagem pela equipe do Hoffenheim, obtendo um total de 36 gols e 39 assistências em 144 jogos. Apesar de ter se destacado em Sinsheim, antes de tudo isso, Volland veio da gloriosa base do 1860 München, e foi lá que estreou como profissional: foram 60 partidas de 2010 até 2012, com 20 gols e 16 assistências.

Com boas atuações e um bom repertório, questiono a não convocação do jogador para a seleção alemã de futebol, tendo em vista que não é de hoje que Joachim Löw quebra a cabeça para achar um bom centroavante, ou no mínimo, atacante. Timo Werner não é o suficiente para uma seleção que almeja conquistar títulos importantes como a Euro 2020. Precisam de um bom goleador e também de um bom homem no banco. Löw já deu chance a Nils Petersen, do Freiburg, e também para o veterano Mario Gómez, do Stuttgart, na Copa de 2018, então também acho que ele precisa dar uma chance para Kevin Volland.

Volland não é um atacante alto, tem 1,79 de altura, porém, um corpo "trancudo" o que o torna um brigante na dividida corporal. Além disso, é um jogador polivalente, também podendo atuar pelos lados do campo, também como centroavante e segundo atacante jogando fora da areá. Não pense que Joachim Löw nunca deu uma chance para Kevin Volland, que já foi sim convocado para defender a Die Mannschaft. Na primeira convocação, tinha apenas 21 anos, estreando contra a Polônia em amistoso, em 2014. Contudo, Löw aparentemente nunca foi de dar grandes oportunidades ao jogador, foram apenas 10 convocações alternadas entre Amistosos, Eliminatórias da Euro 2016 e Eliminatórias para a Copa do Mundo 2018.

Na sua penúltima partida pela Seleção Alemã até então, Volland marcou um gol e deu um assistência na vitória ante San Marino, pelas Eliminatórias da Copa 2018, vitória da Alemanha por expressivos 8 a 0. Quatro dias depois faria sua até então última partida pela seleção nacional, no empate em 0 a 0 contra Itália, em amistoso disputado em 2016.

Kevin Volland tenta marcar contra Gianlugi Donarumma, Alemanha 0 a 0 Itália, 15/11/2016  (Foto: Alexander Hassenstein/Bongarts/Getty Images)
Na atual edição da Bundesliga, Kevin Volland é nome importantíssimo para o Bayer Leverkusen. São 11 gols e sete assistências em 26 jogos. Sendo assim, até aqui, artilheiro da equipe na Bundesliga, e junto de jogadores como Karim Belarrabi, Lucas Alario, Kai Havertz e Julian Brandt -- os dois últimos jogadores da seleção alemã na atualidade -- vem lutando para conseguir uma qualificação da equipe para competições europeias.

 O fator de ter dois companheiros  -- Havertz e Brandt -- de equipe que vem sendo convocados consistentemente também ajuda na questão do entrosamento, são jogadores que se conhecem no dia a dia, mal ou bem, muita das vezes acabam se ajudando na seleção. Apesar da versatilidade, Volland vem atuando com freqüência como centroavante, o que indica que o jogador vem exercendo bem a função.

Joachim Löw e Kevin Volland, Alemanha 4 a 0 Gibraltar, 14/11/2014 (Foto: Alex Grimm/Getty Images)

Acho que Volland é o cara que Joachim Löw precisa ao menos testar nessa nova fase da seleção alemã, que já se mostra muito diferente da seleção do início da década, com novas características e vocações. Volland não se mostra um jogador comum, tem espírito de liderança, muitas vezes sendo o capitão do Bayer Leverkusen, mostrando estar apto a alçar voos maiores. Torço para que ele seja convocado em breve, e se o nome dele aparecer na lista de Löw, não se esqueça deste texto.

Opinão de Jonathan Gonçalves, um dos fundadores do blog Fussball BR.


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.